About Us

Our work strives to enhance our sense of surroundings, identity and relationship to others and the physical spaces we inhabit, whether feral or human-made.

Selected Awards
  • 2004 — Aga Khan Award for Architecture
  • 2009 — Mies van der Rohe Award
  • 2013 — AIA/ALA Library Building Award
  • 2015 — Best Interior, Designers Saturday
  • 2016 — AIA New York Honor Award

Marco Teórico

Além das metodologias de negócios para resolver problemas, existe um enorme caudal de conhecimento a nossa disposição. O marco teórico que trabalharemos em nossas sessões tem a influência de vários pensadores e não apenas daqueles que se dedicaram à psicologia. Cada um deles estudou o ser humano de diferentes pontos de vista. Pensa-los todos juntos são o trabalho de uma vida inteira. Ao clicar em cada foto, você verá a grande ideia que tenho em mente de cada um desses pensadores do ser. Obviamente, existem ideias de cada pensador que têm a ver com seu tempo. Meu trabalho é atualizá-los para a nosso tempo.

Hoje. Duas vozes que nos paralisam.

A voz da sociedade, da sua família, do seu pai, da sua mãe, do seu parceiro, dos seus amigos, do seu círculo profissional, da mídia, ou seja: os outros influenciam muito nossas vidas. Os outros têm muito poder sobre nós, e muitas, senão na maior parte do tempo, nos comportamos de uma maneira para agradar aos outros. Agradar aos outros não é errado, a menos que essa atitude nos force a esquecer quem realmente somos; porque se nos esquecemos de nós mesmos, de nos conhecermos, de nos descobrirmos, de atingirmos o nosso maior potencial, é isso que acaba nos paralisando. Perdendo-nos, perdendo a nossa essência, o nosso verdadeiro ser.
Por que viemos ao mundo? Qual é o nosso propósito na vida? O que nos deixa felizes? Qual é a nossa paixão? A Universidade de Stanford investigou isso e descobriu que menos de 20% das pessoas têm uma paixão, que a ajuda a organizar suas vidas, dar-lhes sentido, dizer-lhes: é para lá! Vamos lá!

 

Continuar lendo

Aristóteles (Filósofo)

O ser humano é um animal racional. Seu desejo é saber e ser feliz. Seu conhecimento vem da experiência, sua felicidade vem da virtude própria da alma humana: a razão. Usando a razão, e nos aprofundando nela, podemos resolver qualquer problema e podemos descobrir quem somos. 

René Descartes (Filósofo)

Pai da modernidade. Ele rejeitou as verdades recebidas por seus ancestrais. Duvidou de tudo, e o próprio fato de que ele duvidava provou sua existência, a nossa. Nosso pensamento nos permite dominar tudo. Naquele momento, descobrimos que nós podemos ser donos de nosso destino.

Baruch Spinoza (Filósofo)

O direito natural de cada homem não é determinado, então, por uma razão sã, mas pelo desejo e pelo poder. Se você não quer repetir o passado, estude-o. Heródoto também falou, "Pensar o passado para compreender o presente e idealizar o futuro".

Friedrich Nietzsche (Filósofo)

Nietzsche veio nos alertar sobre o avanço do Niilismo. Considera que no final tudo se reduz a nada, portanto, nada faz sentido. Diante disso, ele nos oferece dois ideias para vencer. 1) Amor Fati que significa "Amar nosso destino". 2)  Encontrar nossa Vontade de potência. Desejo de ir além de todos, do todo e até além de si mesmo, além da morte.

Martin Heidegger (Filósofo)

Maior pensador do seculo XX. Ele diz que todos nós, estamos aqui, jogados no mundo, na intempérie. Frente a isso, uma pergunta: E o que fazemos com isso? Temos dois caminhos. Um, existir e nada mais. Outro, não fugir e enfrentar a angústia de saber que existimos e questionar o sentido do ser, de nós mesmos. 

Sigmund Freud (Psicoterapeuta)

Seus conceitos do "inconsciente", "desejo inconsciente" e "repressão" foram revolucionários. Eles propõem uma mente dividida, dominada em certa medida por uma vontade primitiva, por um lado, e pelo "NÃO" que a sociedade nos impõe, por outro. Para ele, todo comportamento visa satisfazer um desejo.

Alfred Adler (Psicoterapeuta)

Adler acreditava que o impulso humano básico era o desejo de poder e não o instinto sexual. Para ele, o homem é um indivíduo que se move em direção a uma meta. Esses objetivos são construídos na infância e influenciados pelo contexto. A relação entre o objetivo e as formas de alcançá-lo molda a personalidade do sujeito.

Viktor Frankl (Psiquiatra)

Frankl foi o fundador da Análise Existencial. Sobrevivente de Holocausto nazista, ele descobriu que não há nada no mundo que ajude uma pessoa a superar as dificuldades externas e limitações internas tanto quanto a consciência de ter um propósito na vida. Quem tem um “porquê” de viver, pode enfrentar todos os “como”. 

Albert Ellis (Psicoterapeuta)

Os melhores anos da vida são aqueles em que você decide que seus problemas são só seus. Não é culpa de sua mãe, da ecologia ou do presidente. Assim, percebe-se o controle de seu próprio destino. O caminho para melhorar é mudar seus pensamentos. Os pensamentos geram emoções e estas ações.

Melanie Klein (Psicoterapeuta)

Quem te prometeu que não havia nada além de prazer nesta vida? O enriquecimento da personalidade se constrói com a superação de conflitos, como ansiedade, culpa, inveja. Precisamos encontrar a capacidade de desfrutar as coisas e aprender a ter relacionamentos amorosos gratificantes com os outros.

Martin Seligman (Psicologo)

Uma das descobertas mais significativas da psicologia é que os indivíduos escolhem sua maneira de pensar. Há um grande número de circunstâncias internas sob nosso controle voluntário. Se decidirmos mudar, nosso nível de felicidade provavelmente aumentará exponencialmente e de forma duradoura.

David Kelly (Criador do Design Thinking)

O Design Thinking é particularmente útil ao lidar com problemas tortos, que são problemas mal definidos ou complicados. Quando as pessoas ganham confiança criativa, elas começam a trabalhar no que é importante em suas vidas.

0
anos fazendo pesquisas de pessoas, culturas e marcas.
0
anos resolvendo problemas para grandes e pequenas marcas.
0
metodologias para empresas adaptadas para as pessoas.
0
países que viajei para investigar e resolver problemas.

Terapia tradicional? Terapia alternativa? Coaching? Life Planning? Autoajuda?

Muito mais. 

Imagina misturar toda minha experiência na psicoanalise, somada a minha experiencia no mundo dos negocios. 

Isso me deu FOCO e eu proponho você o mesmo: FOCO.
Vamos trabalhar em terapias muito mais simples e eficazes.
Um plano curto e intensivo, onde a partir da sessão um você será capaz de começar a agir para mudar e melhorar.

É hora de focar em você mesmo, pelo menos uma vez, e acreditar que tudo pode ser muito melhor.

Quer me escrever